quarta-feira, março 06, 2013

INSIDE DEEP THROAT



Documentário que agrada tanto àqueles que nada sabem sobre os bastidores de GARGANTA PROFUNDA (1972) quanto a quem já conhece, mas quer ver depoimentos do diretor Gerard Damiano, da atriz Linda Lovelace, de familiares dela e do ator Harry Reems. Uso os termos "ator" e "atriz" só para não usar outro termo, como performer, que é às vezes usado para citar astros de filmes pornôs.

INSIDE DEEP THROAT (2005) investiga também as ligações do filme com a máfia e a repercussão que ele teve na sociedade e na política. Havia uma parte da sociedade que via a pornografia como algo extremamente nocivo. Inclusive, o filme mostra até mesmo exames neurológicos para detectar algum problema no cérebro humano quando ele se submete à pornografia. Acabaram não encontrando nada que comprovasse isso. E no fim das contas vimos que o sucesso do filme foi alavancado pela luta do governo americano em tentar censurá-lo.

Ao ver o documentário, temos também uma ideia de quão grande foi a repercussão de GARGANTA PROFUNDA na sociedade. Todo o mundo queria ver o filme, homens e mulheres. Houve também muito debate a respeito do sexo oral, que era considerado algo sujo pela sociedade. Sem falar que o filme mostra uma mulher sentindo extremo prazer ao praticar a felação. Pelo que foi dito no filme, Linda Lovelace tinha bastante tesão por Harry Reems, o que enciumava seu namorado, que a acompanhava. Depois, quando ela rejeitou o filme, acusando todos os envolvidos de terem-na estuprado, já não parece mais tão convincente.

O filme traz depoimentos interessantes de gente não necessariamente envolvida com o filme, como o escritor Gore Vidal, a intelectual Camille Paglia, o escritor Norman Mailer, o fundador da Playboy Hugh Hefner, o cineasta John Waters e o fundador da Hustler Larry Flynt. Além desse pessoal, há as pessoas envolvidas direta ou indiretamente com o filme. Desses, a história que mais me comoveu foi a de Harry Reems, que não é o autor intelectual do filme, mas foi condenado à prisão por cinco anos só por ter participado. Um absurdo. Depois o ator caiu nas drogas e quase morreu por isso. Nas entrevistas, ele parece ter superado bem o que ocorreu. Na época, ele recebeu o apoio de astros como Jack Nicholson e Warren Beatty.

Mas INSIDE DEEP THROAT abre espaço também para pessoas que consideram a pornografia ofensiva. Duas mulheres, Gloria Steinen e Susan Brownmiller, dizem o quanto os filmes pornôs degradam a mulher. Porém, o exemplo maior de ataque ao filme é o do promotor Larry Parrish, que, com uma Bíblia em sua mesa, diz que lamenta muito ter visto o filme e que até hoje aquelas imagens o atormentam.

Nenhum comentário: